Experimente o poder do Galaxy Note9

Experimente o poder do Galaxy Note9

Imagine um dispositivo que nunca tira folga. Honrando a tradição do Galaxy Note, a Samsung oferece, no Galaxy Note9, a experiência móvel mais perfeita até hoje. O mais novo modelo do Note transforma a forma como você interage com o dispositivo, ajudando a fazer mais no trabalho e na vida.

 

Note9

 

 

Os novos integrantes da família J, a mais querida do Brasil

Os novos integrantes da família J, a mais querida do Brasil

Confira os recursos e diferenciais dos Galaxy J4, Galaxy J6 e Galaxy J8

 

No primeiro semestre deste ano, 47% dos aparelhos vendidos no Brasil foram da linha J, segundo a GFK. No mesmo período do ano passado, o número era de 43%, o que demonstra a crescente preferência do público brasileiro pela família.

Os mais recentes lançamentos de J são os Galaxy J4, J6, lançados em junho, e o J8, que chegou em julho. São smartphones que trazem design refinado e recursos da linha premium, como a tela Super Amoled e câmeras de alta resolução.

“Com a linha J, nós conseguimos chegar a cada consumidor, se adaptando à necessidade de uma ampla e variada gama de perfis. Tudo para oferecer a melhor experiência”, explica o Gerente Sênior de Produto da Divisão de Dispositivos Móveis da Samsung Brasil, Renato Citrini.

Confira as características e os diferenciais de cada modelo:

 



Galaxy J8: Design refinado e muita memória

 

Galaxy J8O Galaxy J8 chega ao mercado com design elegante e memória robusta. Aliado ao Display Infinito de 6”, com tecnologia Super Amoled, oferece 4GB de memória RAM e 64GB¹ de armazenamento interno, que pode ser expandido até 400 GB, com o uso do cartão MicroSD. A Samsung também oferece 15GB de espaço gratuito em sua plataforma de armazenamento em nuvem, o Samsung Cloud2, para que todos os dados e arquivos importantes estejam sempre acessíveis.

O mais novo integrante da família J traz câmera traseira dupla de 16MP e 5MP, com abertura de F1.7 e F1.9, respectivamente, além do Foco Dinâmico, que permite o ajuste da profundidade de campo da imagem e desfocar o fundo antes e depois do clique. A câmera frontal conta com 16 MP, abertura de foco de F1.9 e flash LED ajustável com três intensidades diferentes, produzindo selfies perfeitas em qualquer situação.

 



Galaxy J6: TV digital e maior sensação de imersão no conteúdo

 

Galaxy J6O Galaxy J6 vem equipado com um receptor de TV Digital, que aliado ao Display Infinito e a tela Super Amoled de 5.6”, garante mais brilho e contraste para acompanhar os programas preferidos. Completa a experiência audiovisual, o suporte à tecnologia Dolby Atmos, que transmite o som com efeitos tridimensionais, proporcionando uma sensação maior de imersão do usuário.

O Galaxy J6 vem com câmera traseira de 13MP (F1.9) e frontal de 8MP (F1.9), com um flash LED ajustável com três diferentes níveis de intensidade, que permite escolher a intensidade de luz mais adequada para as selfies.

 



Galaxy J4: Selfies com intensidade diferente

 

Galaxy J4O Galaxy J4 tem tela Super Amoled de 5.5”, que reproduz imagens com níveis de contraste e cores realistas, aliada à tecnologia Dolby Atmos, que transmite sons mais claros e nítidos.

O smartphone é equipado com câmera frontal de 5MP (F2.2) e flash LED ajustável com três diferentes intensidades para as selfies. Tem câmera traseira com 13MP e abertura F1.9, que proporciona boas imagens mesmo em ambientes de pouca luminosidade. O modo ‘Histórias’ do aplicativo oferece um nível maior de personalização ao utilizar horário e local da foto, por exemplo.

 



 

1Memória disponível para o uso do consumidor e pode ter variações, conforme sistema operacional, aplicativos e/ou outros fatores. Consulte o site da Samsung e saiba mais www.samsung.com.br.

2Consulte o site da Samsung e saiba mais https://www.samsung.com/br/apps/samsung-cloud/.

 

 

Novo iPhone e Apple Watch: veja como deverão ser

Novo iPhone e Apple Watch: veja como deverão ser

Hoje, 30, a Apple divulgou a data do lançamento dos seus novos produtos. O evento, como em todos os anos, acontecerá em setembro, na primeira quinzena. Será no dia 12, nos Estados Unidos.

Veja abaixo o vídeo do site 9to5mac.com que conseguiu imagens que vazaram hoje num teste de transmissão de streaming da Apple:

 

 

Segundo a Reuters, analistas acreditam que a Apple planeja lançar três novos smartphones este ano, incluindo um com tela maior do que os modelos anteriores. Os analistas também esperam que a Apple lance um iPhone com uma tela semelhante ao iPhone X, mas usando a tecnologia LCD, menos cara.

O convite para o eventos abusa da cor ouro, alimentando a especulação nas mídias sociais de que a empresa planeja lançar um sucessor dourado para o iPhone X, que só foi disponibilizado em prata e cinza no ano passado.

A Apple há anos lança seus novos modelos na segunda semana de setembro e, muitas vezes, atualiza outras linhas de produtos, como o Apple Watch, no evento. A empresa já renovou seus iPads e alguns MacBook este ano.

A fabricante costuma passar a vender novos iPhones algumas semanas após lançá-los, a tempo para a temporada de compras de fim de ano. Mas a empresa rompeu essa prática em 2017, liberando o iPhone X com semanas de atraso, o que gerou preocupações de que o modelo possa vender menos durante o que é tipicamente o maior trimestre de vendas da Apple.

Fonte: Reuters e 9to5mac.com

 

 

Como transformar seu smartphone em um computador

Como transformar seu smartphone em um computador

 

Os smartphones que usamos hoje têm quase tudo que precisamos para ser a melhor ferramenta de trabalho.

As possibilidades são enormes: navegar na internet, enviar e-mails, escrever e editar textos, compartilhar arquivos.

Mas a verdade é que passar muito tempo na frente de uma tela tão pequena pode ser cansativo.

É o caso quando precisamos trabalhar de casa e não temos um computador disponível.

 

Vovós conectados e os perigos do mundo online

Google Duo: veja o que faz esse app e o que ele tem de bom

Nova linha de segurança da Bitdefender vai impedir os ataques mais sofisticados

 

A boa notícia é que você pode optar por uma solução simples: transformar seu smartphone em um desktop.

 

Basta seguir três passos simples:

 



 

1. A tela

 

O primeiro passo é conectar o celular a uma tela por meio de um cabo HDMI (que permite ligar um dispositivo a outro para transmitir áudio e vídeo).

Se você tiver um iPhone, deve verificar se ele tem uma entrada “Lightning” (presente no iPhone 5 em diante).

 

Smartphone

 

Se você tem um Windows Phone, pode usar uma ferramenta da Microsoft chamada Display Dock, que permite transformar o dispositivo em um computador, de forma a conectá-lo diretamente a um monitor, teclado e mouse.

Essa é uma das soluções mais avançadas.

No caso dos aparelhos com sistema operacional Android, no entanto, eles só podem se conectar a uma tela se tiverem saída de TV.

 

Descubra se é possível usar o Tinder anonimamente

 



 

2. Teclado e mouse

 

Se você tiver um Android, poderá conectar o teclado e o mouse via USB (com um adaptador de saída OTG) ou por Bluetooth.

Também poderá usar o aplicativo Andronium, quando o dispositivo estiver conectado ao teclado, mouse e monitor. Outros aplicativos úteis são o Sentio Desktop e o Null Keyboard, que permitem aproveitar ao máximo os recursos do celular, como um desktop.

Mas se você tiver um iPhone, só poderá conectá-lo a um teclado e mouse que tenha conexão Bluetooth, já que não há opção de usar cabos nesse caso.

 

Smartphone

 

 



 

3. Armazenamento

 

Finalmente, você pode compartilhar os arquivos na nuvem e… voilá! Seu novo smartphone-computador estará pronto para você usar quando quiser.

Lembre-se que o seu telefone consome mais bateria, por isso é melhor ter um carregador à mão e manter o dispositivo conectado na tomada.

Não se esqueça também que, embora você possa usar muitos programas – como Word, PowerPoint ou Photoshop -, um smartphone não tem o poder de um computador. Portanto, é possível que tenha algumas limitações.

Mas, sem dúvida, é uma maneira de dar um novo uso a um telefone que você não utiliza mais ou que teve a tela danificada e você não conseguiu consertar.

 


 

Você também pode fazer o inverso: se quiser controlar o computador a partir do telefone ou acessar o desktop remotamente com o celular. Veja algumas opções de aplicativos:

• Versão remota do Chrome (Chrome Remote Desktop).

• TeamViewer (Windows, Mac, Linux, Android, iPhone).

• Microsoft Remote Desktop.

• Remote Mouse.

 

 

Conheça toda a versatilidade do Galaxy J4 que vai fazer a diferença nas atividades diárias dos usuários

Conheça toda a versatilidade do Galaxy J4 que vai fazer a diferença nas atividades diárias dos usuários

 

Linha mais querida do Brasil traz modelo com recursos essenciais em diversas ocasiões

 

Os smartphones já são parte importante da vida das pessoas e oferecem recursos essenciais para diversas ocasiões. Pensando nisso, a Samsung lista abaixo três momentos em que o Galaxy J4 torna-se indispensável para os usuários.

 

versatilidade

  

Para quem não abre mão de design aliado a uma tela de qualidade para todos os momentos

 

Com design elegante e diversas opções de cores como preto, prata, dourado e violeta, o Galaxy J4 é ideal para aqueles que costumam ter o smartphone como ferramenta essencial no dia a dia, e que facilita a vida em todos os momentos seja pela praticidade e funcionalidade. Um dos destaques do aparelho é a tela Super AMOLED de 5.5”, que reproduz imagens com níveis de contraste e cores realistas, perfeita para quem não abre mão dos detalhes. Além disso, o modelo conta com áudio otimizado da tecnologia Dolby Atmos, que reproduz sons mais nítidos, para quem gosta de assistir vídeos no smartphone.

versatilidade

 

versatilidade

 

versatilidade

 

Registre todos os detalhes independentemente da luminosidade

 

O Galaxy J4 possui câmera frontal de 5MP (F2.2) e flash LED ajustável com três diferentes intensidades que proporcionam melhor luz nas selfies e auxiliam a manter as características do ambiente. Já a câmera traseira traz 13MP e abertura F1.9, garante boas imagens em ambientes de baixa luminosidade. Além disso, a Galeria permite pesquisar de forma rápida e prática a foto desejada.

Disponível nas versões 16 ou 32GB1 de armazenamento interno e possibilidade de expansão com mais 400GB via cartão de memória, permite mais espaço para guardar os momentos importantes. Além disso, a bateria de 3.000 mAh garante um melhor desempenho nas atividades diárias.

 

Recursos que fazem a diferença

 

O Galaxy J4 possui mais conveniência e praticidade para as pessoas que utilizam o aparelho em todas as ocasiões. Para essa multifunção, o Dual Messenger2 possibilita ao usuário duplicar os aplicativos de mensagens no smartphone, utilizando as duas contas ao mesmo tempo. Outro recurso que se destaca é o de segurança Pasta Segura, que apresenta uma camada adicional de proteção para documentos importantes. Também é possível a criação de uma conta extra, permitindo o uso de três usuários diferentes no mesmo aplicativo de mensagens, quando usada em conjunto com o Dual Messenger.

Já com o modo Multi-Janela3, os usuários podem dividir a tela e utilizar dois aplicativos ao mesmo tempo. A função “Par de Apps” identifica pares de aplicativos que são utilizados com mais frequência nesse modo, facilitando ainda mais o acesso a eles.

Outra função é o Samsung Healthque ajuda a controlar e monitorar atividades físicas, alimentação e qualidade do sono. O Galaxy J4 pode ser sincronizado ainda com alguns wearables da Samsung, como smartwatches Gear Fit2 Pro, Gear Sport e Gear S3, além do fone de ouvido Gear IconX.

Memória disponível para o uso do consumidor pode ter variações, conforme sistema operacional, aplicativos e/ou outros fatores. Consulte o site da Samsung e saiba mais www.samsung.com.br

Compatível com os seguintes aplicativos de mensagens instantâneas: Facebook, WhatsApp, Facebook Messenger, QQ Mobile, Wechat, Skype, Viber, Line, Blackberry Messenger, Telegram, Kakaotalk, Hike, ICQ, Yahoo Messenger, Zalo, Snapchat, Kik.

O aplicativo deve ser compatível com o modo Multi-Janela.

O Samsung Health não é um dispositivo médico ou terapêutico e as leituras de frequência cardíaca são apenas para fins informativos.

 

(Fonte: Divulgação)

 

 

Você usa Android? Kaspersky Lab lista 10 dicas para manter seu dispositivo seguro

Você usa Android? Kaspersky Lab lista 10 dicas para manter seu dispositivo seguro

(Fonte: Divulgação)

 

Curta a página do tecnologia Fácil SA no Facebook!

 

Não é de hoje que os usuários sabem dos inúmeros ataques que podem torná-los vítimas de cibercriminosos. O Android é o sistema operacional móvel mais popular, o que explica que o motivo da existência de um malware para esse sistema operacional ser o mais comum. Quando se trata da segurança dos nossos dispositivos conectados, é essencial protegê-los desde o início e estar ciente dos diferentes métodos que os criminosos usam para enganar os usuários e infectar os dispositivos.

Outra razão pela qual os usuários deste sistema operacional estão mais expostos é porque o Android permite a instalação de aplicativos de qualquer origem, não apenas da loja oficial (como no iOS). De acordo com uma investigação da Kaspersky Lab, 83% dos aplicativos do Android têm acesso aos dados confidenciais de seus proprietários, e 96% desses aplicativos podem ser iniciados sem o consentimento.

Não podemos negar que os cibercriminosos são muito criativos e, por isso, os usuários não podem facilitarem, mesmo que indiretamente, esses golpes, fornecendo mais informações do que se deve”, alerta Thiago Marques, analista de segurança da Kaspersky Lab. “Muitos não pesquisam sobre o app e, só baixam por estar em alta. É por isso que é preciso se informar mais e mais, entender o quão pesado é aquele app e se é realmente é necessário baixa-lo”, reforça.

 

Android

 

Pensando nisso, a Kaspersky Lab separou algumas dicas para que os usuários não sejam vítimas de suas próprias atitudes e evitem ao máximo caírem em golpes:

1. Como baixar um app seguro? O Google possui um departamento inteiro dedicado a verificação de aplicativos que acabam na Google Play. Entretanto, o malware ainda consegue passar vez ou outra. Ainda assim, o risco de baixar um aplicativo infectado diretamente da loja oficial é muito menor do que de qualquer outra fonte;

2. É só baixar e pronto? Antes de fazer o download, procure saber mais detalhes sobre a descrição do aplicativo e sobre os criadores, além de outros trabalhos que eles tenham realizado;

3. O app é nota 10. Qual o problema? Um aplicativo com notas altas é bom, útil e provavelmente mais seguro, mesmo assim, fique atento. Uma nota alta não é tudo e as avaliações precisam parecer consistentes, escritas por pessoas de verdades e não bots, inclusive as negativas – às vezes, os cibercriminosos usam Trojans para melhorar a avaliação de aplicativos. Além disso, olhe o número de usuários – aplicativos com milhões de downloads tem menos chances de serem malware;

 

Android

 

4. O que o seu app precisa saber sobre você? A partir do sistema de permissões, o usuário consegue controlar o quanto de liberdade terá um aplicativo. Por exemplo, seu novo app precisa mesmo ter acesso à sua câmera? E ao seu microfone? Os perigos mais comuns envolvem a habilidade de aplicativos de roubar seus dados (localização, contatos, arquivos pessoais) e realizar certas operações como tirar fotos, gravar áudio, vídeos, enviar mensagens, entre outros. Segundo a Kaspersky Lab, aproximadamente 40% das pessoas na América Latina admitem que não verificam as permissões de seus aplicativos móveis pré-instalados em seus dispositivos Android e iOS, e 15% deles não verificam as permissões ao baixar ou instalar novos aplicativos em seus dispositivos móveis;

5. Menos é mais. Essa frase se aplica no mundo online também, já que quanto menos aplicativos o usuário tiver no seu dispositivo, menos chances de ter estragos;

6. “A última vez que atualizei…” Quanto mais atualizado estiver o sistema operacional e as versões dos aplicativos, menos problemas de segurança o usuário enfrentará em seu dispositivo. Por isso, as atualizações devem ser regulares. “Mais do que ter a tecnologia a seu favor, os usuários precisam estar conscientes dos perigos que estão no mundo online para evitá-las e das melhores formas para se protegerem”, afirma Marques;

7. Segurança em dose dupla. A autenticação de dois fatores é um recurso oferecido por vários prestadores de serviços online que acrescentam uma camada adicional de segurança para o processo de login da conta, exigindo que o usuário forneça duas formas de autenticação. A primeira forma – em geral – é a sua senha. O segundo fator pode ser qualquer coisa, dependendo do serviço. O mais comum dos casos, é um SMS ou um código que é enviado para um e-mail;

8. Minha senha é 1234. Não tem como os usuários garantirem segurança se não começam com uma grande proteção como uma senha forte”, reforça Marques.“Informações mais óbvias como data de nascimento, cantor favorito, entre outras que sejam fáceis de qualquer pessoa saber, não devem ser colocadas como senhas”. Por isso, para que uma senha seja segura, ela deve ser única e complexa; em particular, deve ter pelo menos 15 caracteres de comprimento e combinar letras, números e caracteres especiais – o que dificulta os cibercriminosos de adivinharem;

9. Opa, Wi-fi sem senha. Verifique se a sua conexão com a Internet é segura. Ao conectar-se a um site público utilizando uma rede Wi-Fi pública, você não possui controle direto sobre sua segurança. Portanto, use uma rede privada virtual (VPN), como o Kaspersky Secure Connection, quando tiver dúvidas sobre a segurança da rede Wi-Fi. Esta ferramenta impede a intercepção de informações, pois criptografa todos os dados enviados e recebidos na rede. É essencial não fazer compras online ou transações bancárias enquanto estiver conectado a uma rede Wi-Fi pública. Certifique-se de usar uma Rede Privada Virtual (VPN), pois todas as informações que você enviar nesta rede serão protegidas. Além disso, use ferramentas que permitem fazer compras on-line seguras e transações bancárias para PC ou Mac, como o Safe Money.

10. Preciso mais do quê? Seja qual for o objetivo do seu download, garanta que seu dispositivo tenha uma solução de segurança confiável, como o Kaspersky Internet Security para Android. Ele permite a verificação de aplicativos, além do recurso antirroubo – que permite ao usuário ativar o alarme remotamente, fotografar o suposto ladrão, bloquear o aparelho e apagar todas as informações.

Mais informações e dicas de segurança para o seu dispositivo podem ser encontradas neste vídeo: